Análise Econômica, Política & Social
6 DE dezembro DE 2018 - 16:42

Produção de veículos cai 6,9% em novembro

Dados publicados pela Anfavea – Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores -, apontam que a produção de veículos no país no mês de novembro caiu 6,9% em relação a outubro, e recuou 1,6% ante o mesmo mês do ano passado.

Segundo a entidade, foram produzidos no mês, 245,1 mil carros, comerciais leves, caminhões e ônibus, elevando o total acumulado no ano para 2,7 milhões de unidades, um crescimento de 8,8% sobre o mesmo período de 2017.

As vendas de veículos novos no mês passado subiram 13,1% na comparação anual, mas recuaram 9,3% no comparativo mensal, em meio a um período menor de vendas de automóveis devido, em parte, ao número de feriados no mês. De janeiro ao final de novembro, a indústria apurou vendas de 2,3 milhões de veículos novos no país, crescimento de 15%.

Para o presidente da Anfavea, Antonio Megale, os resultados no acumulado do ano demostram que 2018 será o ano da retomada do setor. “Certamente fecharemos este ano com crescimento acima do que planejávamos. 2018 será o ano da retomada do setor e por isso estamos muito otimistas. Já esperávamos uma queda em novembro devido ao menor número de dias úteis em relação a outubro. O importante foi a manutenção da média diária em 11,5 mil unidades”.

O mês de novembro, afetado pela crise na Argentina, amargou mais um resultado negativo para as exportações no ano. Com 34.353 unidades comercializadas com o exterior, o volume representou queda de 53%, quando comparado a novembro de 2017, que havia atingido 73.073 veículos exportados.

Em relação a outubro, que alcançou 38.734 unidades, a queda em novembro foi de 11,3%. No acumulado do ano, até novembro, o setor exportou 591.378 unidades, o que corresponde a uma baixa de 15,3% sobre o mesmo período do ano passado.

Máquinas agrícolas e rodoviárias – A produção de máquinas agrícolas e rodoviárias chegou a 6,6 mil unidades em novembro, expansão de 73,3% em comparação com igual mês do ano passado, porém retração de 11,1% em relação a outubro. De janeiro a novembro, o segmento tem alta de 19,4%, para 60,2 mil unidades produzidas.

As exportações, em valores, totalizaram US$ 293,7 milhões no mês passado, praticamente estáveis em relação a novembro de 2017, com alta de 0,1%. Em relação a outubro, o avanço é mais expressivo, de 5,9%. De janeiro a novembro, as vendas externas acumulam expansão de 15,2%, para US$ 3,14 bilhões.

O total de máquinas agrícolas exportadas em novembro chegou a 1,09 mil unidades, recuo de 16,7% em relação a igual mês do ano passado. Já em comparação com outubro, houve alta de 7,3%. No acumulado do ano, há queda de 6,7%, para 11,8 mil unidades.

Caminhões e ônibus – As vendas de caminhões até novembro subiram 49%: foram 68,4 mil unidades em 2018 e 45,9 mil no ano passado. Somente em novembro 7,7 mil unidades foram vendidas, o que representa alta de 40,3% frente as 5,5 mil de novembro de 2017 e diminuição de 2,7% ante as 7,9 mil de outubro.

Em novembro 10 mil caminhões foram fabricados, aumento de 22,3% contra as 8,2 mil de novembro do ano passado e recuo de 8% na análise com as 10,9 mil de outubro. A produção no acumulado do ano apresentou elevação de 29,7% quando comparadas as 98,1 mil de unidades deste ano com as 75,6 mil de 2017.

As exportações de caminhões caíram 9,8% no acumulado do ano, com 23,5 mil unidades em 2018 e 26,1 mil do ano anterior. Somente no penúltimo mês deste ano 1,3 mil unidades deixaram as fronteiras brasileiras, o que significa baixa de 23,9% frente as 1,7 mil de outubro e de 42,7% com relação as 2,3 mil de novembro de 2017.

O licenciamento de ônibus no acumulado foi de 13,6 mil unidades, expansão de 29,3% ante as 10,5 mil do ano passado. As vendas em novembro foram menores em 13,1% com 1,5 mil unidades no mês e 1,7 mil em outubro. Na análise contra as 1,1 mil de novembro de 2017, a elevação é de 34,2%.

A produção ficou 10% inferior – foram 2,1 mil unidades em novembro e 2,3 mil em outubro. Ao defrontar o resultado com novembro do ano passado, quando foram produzidos 1,7 mil chassis para ônibus, houve alta de 24,9%. No acumulado o crescimento é de 42%: 27,4 mil este ano e 19,3 mil em 2017. Até novembro 8,2 mil ônibus foram exportados, o que representa queda de 0,8% se comparado com as 8,3 mil de igual período do ano passado.

Emprego –  O recuo da produção em novembro foi acompanhado pelo fechamento de 120 vagas. No entanto, em 12 meses, o saldo segue positivo, com 3.260 postos criados. O setor conta hoje com 131.254 funcionários.

NewsLetter

Cadastre-se e receba nossas notícias por e-mail.