Análise Econômica, Política & Social
4 DE janeiro DE 2019 - 8:42

O que esperar da economia em 2019?

Em entrevista exclusiva ao portal IndustriAtividade, Marcos Antônio de Andrade, professor de economia da Universidade Mackenzie, fala dos desafios que o novo governo terá pela frente. Ele acredita que o cenário se desenha como positivo, no entanto somente poderá ser concretizado após a aprovação da Reforma da Previdência, Revisão da Reforma Trabalhista e Efetivar os projetos de Privatização. Leia a seguir a íntegra da entrevista.

P – O senhor acredita que o novo governo conseguirá vencer as dificuldades criadas nos últimos anos por governos corruptos ou fracos?
R – Em minha opinião o desafio será grande, mas o governo deve explorar o apoio popular das urnas para aprovar o mínimo necessário para manutenção do equilíbrio fiscal. Entre os desafios, o mais difícil será lidar com o chamado ‘fogo amigo’, ou seja, pressão dos aliados para compensar as perdas que sofreram com os ajustes e reformas necessárias para retomada do crescimento.

P – Em sua opinião Paulo Guedes terá forças, condições e apoios para desenvolver seu projeto econômico, que fala basicamente de reformas e privatizações?
R – Resposta muito difícil porque competência técnica ele demonstrou que tem, mas essa questão é muito mais política. Prefiro acreditar que o governo Bolsonaro buscará apoio no Congresso para sustentar o projeto ‘liberal’ defendido pela equipe econômica. Meu único receio é o ‘PREÇO’ a ser pago pelo apoio, porque qualquer ‘deslize’ será explorado potencialmente pelos movimentos de esquerda.

P – Com um Congresso ainda incerto, pois deputados e senadores não terão participação direta no executivo, como estavam habituados, será possível fazer as reformas necessárias? Há um plano B?
R – Primeiro, é muito cedo para se falar em Plano B, pois esse tipo de movimento é característico quando os projetos não são exequíveis, o que não é caso. Quanto ao Congresso, não podemos nos esquecer de que houve aproximadamente 2/3 de renovação, e até o momento o presidente Bolsonaro, demonstra inteligência política para conduzir questões polêmicas envolvendo o congresso. Esta é uma variável muito complexa e será necessário aguardar os primeiros 100 dias de governo para projeção de cenário, isto porque, o novo congresso deve começar a funcionar efetivamente em março.

P – Afinal, o que esperar para a economia em 2019?
R – Pelas questões técnicas o cenário se desenha como positivo, no entanto somente poderá ser concretizado após a aprovação da Reforma da Previdência, Revisão da Reforma Trabalhista e Efetivar os projetos de Privatização. A quantidade de concessões a serem realizadas será o termômetro do sucesso da equipe econômica durante o exercício de 2019.

NewsLetter

Cadastre-se e receba nossas notícias por e-mail.