Análise Econômica, Política & Social
8 DE março DE 2018 - 10:13

Mulher representa mais de um quarto da mão de obra na indústria

Um levantamento da ABDI – Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial – revela que de cada quatro pessoas empregadas da indústria, uma é do sexo feminino. São 2,5 milhões de mulheres nos diferentes ramos da indústria e da construção civil.

Em relação às 20 milhões de trabalhadoras no mercado, 12,29% estão nas fábricas. A proporção delas em relação aos homens vem aumentando. Em 2010, o índice de trabalhadoras era de 24,8%. Na última Rais – Relação Anual de Informações Sociais -, do Ministério do Trabalho, com dados de 2016, o número subiu para 26,63%, segundo avaliação da ABDI.

“As mulheres ocupam cada vez mais postos de liderança e são determinantes para o desenvolvimento da indústria, por serem extremamente qualificadas e dedicadas. Um dos dados que chama a atenção é o avanço delas em setores historicamente dominados por homens, como na indústria extrativa mineral e na construção civil”, defende o presidente da ABDI, Guto Ferreira.

Na construção, elas eram 189 mil em 2010 e passaram para 196 mil, seis anos depois. Um aumento de 3%. Na extrativa mineral, o incremento da participação feminina foi ainda maior. Eram 21 mil trabalhadoras, em 2010. Em 2016, 26 mil mulheres atuavam no setor. Um avanço de 23%, segundo o levantamento da ABDI.

Nordeste e o Norte são as regiões do Brasil onde ainda existem menos oportunidades de emprego para mulheres na indústria. No Nordeste, de todas as mulheres empregadas, apenas 8,43% trabalham na indústria, e no Norte o índice é menor ainda, 7,41%. Do outro lado da tabela está a região Sul. Nos três estados 19% das trabalhadoras estão nas fábricas, conforme a ABDI. No Sudeste são 12% e no Centro-Oeste são 9%.

Texto e imagem: Assessoria de imprensa da ABDI

NewsLetter

Cadastre-se e receba nossas notícias por e-mail.