O que é que há

Dólar a R$ 3,60 prejudica competitividade da indústria

30/03 – Com o dólar oscilando na casa dos R$ 3,60, a indústria brasileira perde mais ainda a capacidade de competir com os importados no mercado interno. Para representantes das indústrias, economistas e analistas, o ideal é que o patamar volte à casa dos R$ 4,00, garantindo melhor condição de fornecimento pelas empresas locais e, por consequência, um aumento na produtividade.

Eletroeletrônicas demitem mais que o previsto

28/03 – As indústrias eletroeletrônicas demitiram 2.545 trabalhadores nos dois primeiros meses deste ano. Segundo a Abinee, a previsão era de que ocorressem cerca de 4.000 baixas até dezembro. Hoje, trabalham no setor 245 mil profissionais, o mesmo patamar de 2007.

Desemprego em alta

25/03 – IBGE aponta que a taxa de desemprego atingiu 9,5% no trimestre encerrado em janeiro. É o maior nível registrado desde 2012 quando a pesquisa começou a ser feita no Brasil. O resultado ficou acima do registrado no trimestre encerrado em outubro/2015 (9%) e também maior que o mesmo período anterior (6,8%).

Geração Caseira

24/03 – O programa de desenvolvimento à geração distribuída, lançado no final de 2015, que prevê crédito do BNDES e do Banco do Brasil para compra de painéis solares por pessoas físicas, está empacado. O programa prevê investimentos de R$ 100 bilhões para os próximos 15 anos.

Indústria sem energia

23/03 – Pesquisa da CNI aponta que metade das indústrias brasileiras sofreu, em 2015, com falhas frequentes (16%) ou eventuais (34%) no fornecimento de energia. O estudo ouviu cerca de 3 mil indústrias em todo o país.

Impressão 3D

22/03 – Pergunta que não quer calar: quando se tornar uma atividade produtiva normal, as impressões em 3D serão reconhecidas como produção industrial e passarão a pagar os mesmo impostos que as indústrias?

NewsLetter

Cadastre-se e receba nossas notícias por e-mail.