O que é que há

Demanda por Crédito do Consumidor subiu 2,6% em 2018

28/01 – Dados nacionais da Boa Vista indicam que a demanda por Crédito do Consumidor subiu 2,6% em 2018 em relação ao ano anterior. Segundo a consultoria, apesar da lenta retomada da economia e do mercado de trabalho fragilizado, o resultado sinaliza para uma tendência positiva no indicador, sendo este o segundo ano consecutivo de crescimento.

Novo rompimento em barragem da mineradora Vale em Minas Gerais

26/01 – Há três anos a região de Mariana/MG conheceu a força do rompimento da barragem Vale/Samarco. Hoje, é o municípo de Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, que começa a medir os prejuízos da ocorrência, também numa barragem da Vale, contando as perdas humanas e devastação da natureza. É impossível caracterizar os dois fatos como um desastre ambiental. Apropriado é chamar de “crime ambiental”, visto que os rompimentos se deram por má conservação, falta de fiscalização, neglicência e certeza de impunidade.

Arrecadação federal sobe 4,74% em 2018, melhor dado desde 2014

24/01 – A Receita Federal do Brasil informou que a arrecadação do governo federal fechou o ano passado 2018 em R$ 1,457 trilhão, o que representa um aumento real de 4,74% sobre 2017. Segundo a Receita, este foi o melhor resultado anual desde 2014. A arrecadação seria ainda maior se no mês de dezembro a arrecadação não tivesse caído a R$ 141,529 bilhões, 1,03% sobre o mesmo mês de 2017.

Brasil criou 529.554 vagas de emprego com carteira assinada em 2018

23/01 – Dados do Caged indicam que, após três anos de queda, o Brasil encerrou 2018 com um saldo positivo de 529.554 vagas de emprego com carteira assinada, resultado de 15.384.283 contratações e 14.854.729 demissões em todo o país. Segundo o Caged, o número poderia ter sido melhor se em dezembro não tivesse ocorrido fechamento de 334.462 postos de trabalho.

Otimismo nacional é superior ao global

22/01 – Pesquisa da Consultoria PwC aponta que executivos melhoraram suas percepções em relação à retomada econômica do país nos próximos 12 meses. Na pesquisa, 43% dos entrevistados brasileiros projetaram crescimento das empresas em 2019, superando a média global. No levantamento realizado em 91 países, de setembro a outubro passado, o Brasil é apontado como o sexto destino potencial para novos investimentos no curto prazo.

Nova previsão do IPCA para 2019 cai de 4,02% para 4,01%

21/01 – Relatório do boletim Focus, divulgado pelo Banco Central, mostra que a mediana para o IPCA neste ano caiu de alta de 4,02% para 4,01%. Há um mês, estava em 4,03%. Neste contexto, a projeção para a inflação está abaixo do centro da meta, de 4,25%. A margem de tolerância é de 1,5 ponto porcentual para baixo ou para cima. A projeção do mercado para 2020 segue em 4,00%.

NewsLetter

Cadastre-se e receba nossas notícias por e-mail.