O que é que há

Economistas veem inflação a 3,6% e PIB de 2,3% na primeira previsão de 2020

06/01 – A economia brasileira em 2020 – O primeiro Boletim Focus do ano, divulgado hoje, informa que economistas ouvidos pelo Banco Central preveem que a inflação oficial no país deve ficar em 3,6% ao final deste ano. Para o PIB, a estimativa de crescimento permaneceu em 2,3% para 2020. A perspectiva para o dólar ficou em R$ 4,09 e a taxa básica de juros foi mantida em 4,5% ao ano.

Retomada do emprego ainda não chega à pequena indústria

04/01 – Pesquisa realizada pelo Simpi/Datafolha aponta que micro e pequenas indústrias ainda não ganharam força na retomada do emprego. Segundo o levantamento, o índice que mede o saldo de contratações marcou 101 pontos em novembro/2019 – a marca 100 indica estabilidade. No mesmo mês de 2018, o setor havia registrado 103 pontos. A pesquisa indica, também, que 54% dos entrevistados acredita que a economia volta a crescer em breve.

Bandeira tarifária em janeiro 2020 será amarela

02/01 – A ANEEL informa que a bandeira tarifária neste mês será amarela, com custo adicional de R$ 1,343 para cada 100 quilowatts-hora consumidos, em razão do baixo nível de armazenamento dos principais reservatórios do Sistema Interligado Nacional e pelo regime de chuvas significativamente abaixo do padrão histórico nessas regiões. Segundo a Agência, a previsão hidrológica para janeiro aponta para a elevação gradativa dos principais reservatórios, mas em patamares abaixo da média histórica.

Limite de compras em free shop sobe para US$ 1.000 a partir de hoje

01/01 – Entrou em vigor hoje a portaria do Ministério da Economia que estabelece o novo limite de compras para os free shops ou duty free localizados em aeroportos do país. Agora, quem voltar de viagens ao exterior poderá comprar até US$ 1.000 em produtos, o dobro do limite anterior. A portaria manteve o valor atual de US$ 500 para compras feitas no exterior e trazidas na bagagem. Quem ultrapassar o limite está sujeito ao pagamento da tributação especial.

Governo reajusta salário mínimo para R$ 1.039 em 2020

31/12 – O presidente da República assinou a Medida Provisória que estabelece o salário mínimo em R$ 1.039,00 para 2020, após cálculos que consideraram inflação mais alta decorrente do salto nos preços das carnes no fim de 2019. O valor ficou acima dos R$ 1.031,00 fixados inicialmente em mensagem enviada pela equipe econômica no fim de novembro. O governo estima que para cada aumento de R$ 1,00 no salário mínimo as despesas com benefícios se elevam em aproximadamente R$ 355,5 milhões em 2020.

Desemprego diminuiu nos três últimos meses de 2019

27/12 – A taxa de desemprego no último trimestre de 2019 caiu para 11,2%, uma queda em relação ao trimestre anterior e ao mesmo trimestre de 2018. Segundo o IBGE, o país tem ainda 11,9 milhões de pessoas sem colocação. As vagas temporárias para o fim de ano contribuíram para a contratação de 785 mil pessoas. O levantamento registrou que 378 mil pessoas tiveram carteira assinada no período. O Instituto destacou que o nível de desocupação é o mais baixo desde o trimestre encerrado em maio de 2016 (quando também bateu 11,2%).

NewsLetter

Cadastre-se e receba nossas notícias por e-mail.