Análise Econômica, Política & Social
IQA Moyses

Transformações exigem adaptação para sobrevivência da indústria

Neste artigo de Cláudio Moysés, diretor do Instituto da Qualidade Automotiva, afirma que a teoria evolutiva de Charles Darwin pode ser aplicada no mundo corporativo, em que a mutabilidade do ambiente e o acirramento da competição organizacional vão gerar uma nova "seleção", não mais "natural", mas onde sobrevivem as organizações mais adaptáveis e flexíveis. Segundo ele, as empresas precisam, hoje, oferecer um ambiente inteligente e adaptável, no qual a qualidade deve depender da eficácia com que os profissionais podem descobrir e agregar novas fontes de dados, a exemplo de conhecimentos sobre eles próprios, produtos e organizações. Neste contexto, Moysés conclui que aprendizado contínuo é o caminho para profissionais da qualidade entenderem como as decisões afetam a saúde e o bem-estar da sociedade em geral, como pessoas e comunidades. [clique no título para ler a íntegra]

Abicalçados Haroldo Ferreira

Crescem exportações de calçados para os Estados Unidos

Para Haroldo Ferreira, presidente-executivo da Abicalçados, o resultado é previsível, especialmente em função da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China

Geração solar

Energia solar fotovoltaica atinge recorde de geração no Nordeste

Segundo mapeamento da ABSOLAR, que representa as empresas do setor, a região teve pico de produção da ordem de 94% no dia 25 de setembro último, abastecendo 10,3% da demanda local

Abal Milton Rego

ABAL e Embrapii assinam parceria com IPT para ações de inovação industrial

Milton Rego, presidente da ABAL, diz ter certeza de que essa parceria será um exemplo e um marco para indústria nacional

Economia Circular

Sem saber, três quartos das indústrias brasileiras praticam economia circular

É o que aponta uma pesquisa realizada pela CNI, com abrangência nacional, ao destacar que 76,4% das indústrias brasileiras adotam alguma prática de economia circular, mas a maior parte não sabe que as iniciativas se enquadram nesse conceito. Por exemplo, quando perguntados sobre a primeira palavra lembram ao ouvir falar o termo economia circular, os empresários e representantes das indústrias mencionaram, em sua maioria, os termos “sustentabilidade” e “reciclagem”. Segundo a entidade, como a pesquisa teve carácter esclarecedor, ao fim do questionário, mais de 88% das empresas avaliaram que a economia circular é muito importante para a indústria brasileira. A pesquisa mostra também que 60% entendem que as práticas podem contribuir para a geração de empregos no setor. Neste contexto, o presidente da CNI, Robson Braga de Andrade, afirma que “é imprescindível a ação articulada entre iniciativa privada, governo, academia e sociedade no sentido de criar novas formas de produzir e consumir”. [clique no título para ler a íntegra]

Abimaq Setores

Faturamento da indústria de máquinas cresce 9,9% em agosto

Segundo a ABIMAQ, apesar deste bom resultado, a expectativa inicial de crescimento de 5% para este ano deve ficar em torno de 1%, reflexo da fraca atividade econômica observada no país

1 2 3 84
NewsLetter

Cadastre-se e receba nossas notícias por e-mail.