Análise Econômica, Política & Social
Abiquim Fernando Figueiredo

Exportação de produtos químicos registra pior resultado mensal em maio

Para Fernando Figueiredo, da Abiquim, a redução do Reintegra representará mais retrocesso para a competitividade do Brasil no mercado internacional

CNI Marcelo Azevedo

Faturamento da indústria cai 16,7% por causa da greve dos caminhoneiros

Segundo Marcelo Azevedo, economista da CNI, a paralisação dos transportes no fim de maio agravou as dificuldades que a indústria tem encontrado para se recuperar da crise

Abrava Parra

No cumprimento da Lei do Ar-condicionado, todos têm a sua responsabilidade! Você sabe qual a sua?

Arnaldo Lopes Parra, vice-presidente da ABRAVA, trata, neste artigo, da necessidade da boa manutenção dos sistemas de ar-condicionado

Antonio C de Lacerda

Incerteza, turbulência e impactos na economia

As mudanças do cenário global, associadas às incertezas do quadro econômico e político doméstico, têm dado munição para um substancial aumento da instabilidade e volatilidade no mercado, afetando o risco Brasil, a bolsa de valores, a taxa de câmbio e os juros futuros. É sobre isso que trata este artigo do economista Antonio Corrêa de Lacerda, professor e diretor da Faculdade de Economia e Administração da PUC de São Paulo. Segundo ele, esse impacto não se restringe ao mercado financeiro, mas também no nível de atividade das empresas, nos investimentos produtivos e na infraestrutura, afetados negativamente pela dificuldade de tomada de decisões em meio a um quadro turbulento e, ainda, pelos reflexos da greve dos caminhoneiros e da crise dos combustíveis. Nesta análise profunda, Lacerda afirma que há uma clara percepção de que a economia brasileira crescerá menos e que a inflação, embora dentro da meta, deva subir, destacando a incerteza quanto ao futuro político do país. [clique no título para ler a íntegra]

Abdib Venilton Tadini2

2018 ainda será difícil para a infraestrutura

Para Venilton Tadini, presidente-executivo da Abdib, o ajuste fiscal drenou o fôlego do poder público investir; do lado privado, faltam projetos e sobra insegurança

Abinee Humberto 2017

Cresce percentual de empresas eletroeletrônicas que esperam queda nas vendas

Segundo Humberto Barbato, presidente da Abinee, além do alto grau de ociosidade da indústria, muitas incertezas abalam a confiança dos empresários

NewsLetter

Cadastre-se e receba nossas notícias por e-mail.