Análise Econômica, Política & Social
Absolar Rodrigo2

Brasil adere à Agência Internacional de Energia Renovável

Para Rodrigo Sauaia, presidente da ABSOLAR, iniciativa permitirá maior protagonismo do país no desenvolvimento das fontes renováveis, em especial da energia solar fotovoltaica

Abimaq Marchesan

ABIMAQ tem perspectivas positivas para 2018

João Carlos Marchesan, presidente do Conselho de Administração da entidade, mostra otimismo para este ano e avalia o desempenho do setor nos últimos doze meses

Sindipeças Dan Ioschpe1

A recuperação do setor de autopeças

Neste artigo, Dan Ioschpe, presidente do Sindipeças, avalia que, neste ano, o setor apresentará crescimento superior ao que se esperava anteriormente fruto da evolução das exportações

Abradee Nelson Leite1

A tarifa branca precisa hastear uma bandeira branca

Neste artigo, Nelson Fonseca Leite, presidente da Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica, analisa os prós e contras da opção pela nova tarifa pelo mercado

Carlos de Castro 1

Podre República

Este artigo do economista Carlos Roberto de Castro, publicado em dezembro do ano passado aqui no portal, foi o mais lidos nos últimos trinta dias e por isso merece ser destacado novamente. Em texto objetivo, ele propõe a discussão de um plano de reorganização do país como forma de minimizar os efeitos da corrupção sobre a sociedade. Castro destaca que nas três esferas dos poderes a corrupção disseminou-se em todos os canais de intermediação. A prática generalizada e recorrente, verificada em todos os níveis do legislativo e do executivo, é a barganha política, apadrinhamentos e loteamento de cargos públicos por políticos e governantes sem escrúpulos e nenhuma preocupação com o bem comum. O interesse coletivo foi substituído pelo corporativismo enriquecimento ilícito e interesse de grupos. Ele afirma que a ocasião mais propícia para as reformas é agora, pois a crise revela, em toda sua nitidez, a necessidade e a urgência da renovação não só do atual quadro político, mas também na ativa participação da sociedade no controle e acompanhamento dessa nova fase histórica. Neste contexto, Castro propõe que as novas práticas políticas devem ser o modelo a ser perseguido. Elas exigem que se abandone o ambiente promiscuo que envolvem as forças políticas dominantes e isso só irá ocorrer com a refundação da nossa apodrecida República. [clique no título para ler a íntegra]

ABIT Fernando Pimentel1

Travessia

Neste artigo, Fernando Pimentel, presidente da Abit, trata dos desafios que o Brasil enfrentará neste ano para não cair no canto da sereia nem se iludir com o populismo

1 2 3 45
NewsLetter

Cadastre-se e receba nossas notícias por e-mail.