Análise Econômica, Política & Social
24 DE maio DE 2019 - 11:43

Cai índice de confiança da indústria eletroeletrônica

O Índice de Confiança do Empresário Industrial do Setor Eletroeletrônico atingiu 53,4 pontos em maio de 2019, de acordo com dados da CNI, agregados pela Abinee. O resultado representa uma queda de 3,9 pontos em relação ao mês de abril. Essa foi a quarta retração consecutiva no indicador, que havia atingido 65,1 pontos em janeiro.

Segundo a entidade, na área elétrica, a redução foi mais significativa, atingindo 5 pontos, passando de 55,1 para 50,1 pontos. No caso da eletrônica, o ICEI diminuiu 2,6 pontos, recuando de 59,6 para 57,0 pontos.

Para o presidente executivo da Abinee, Humberto Barbato, o resultado do indicador representa um alerta às autoridades. “A situação do mercado é muito difícil, faltam encomendas e os negócios estão rareando”, afirmou. “Precisamos de maior rapidez na adoção de medidas que possam reverter este quadro de paralisia, pois, do contrário, o próximo índice já será negativo”.

Entre as iniciativas que Barbato considera importantes estão as reformas, as parcerias público-privadas (PPPs) na área de infraestrutura e outras medidas de estímulo à economia. Ele lembra que o momento atual, marcado pela guerra comercial entre Estados Unidos e China, pode ser propício para ampliar oportunidades de exportação para o mercado norte-americano a partir do Brasil.

A Abinee ressalta, porém, que, mesmo com o esfriamento nos ânimos dos empresários observado nos últimos quatro meses, o indicador segue acima da linha dos 50 pontos pelo décimo mês consecutivo, mostrando que permanece a confiança do empresário, mas em patamar inferior ao observado no início do ano. O ICEI varia de 0 a 100 pontos, sendo que valores acima de 50 pontos indicam confiança do empresário industrial e abaixo de 50 pontos mostram falta de confiança.

NewsLetter

Cadastre-se e receba nossas notícias por e-mail.