Indústria em movimento
10 DE outubro DE 2018 - 14:56

Beraca investe em processos de fabricação verdes em Ananindeua/PA

A indústria 4.0 já é uma realidade e, cada vez mais, as empresas investem em soluções capazes de garantir a eficiência produtiva e o uso racional dos recursos naturais. Inclusive, quando o assunto é a linha de produção, é importante ressaltar que, de acordo com o Relatório Anual do Estado do Clima, emitido recentemente pelo governo dos Estados Unidos, a quantidade de gases do efeito estufa liberados na atmosfera alcançou o nível máximo em 2017.

No último ano, a concentração média mundial de dióxido de carbono na superfície da terra foi de 405 parte por milhão (ppm), 2,2 ppm a mais que em 2016. Diante disso, empresas como a Beraca, líder no fornecimento de matérias-primas naturais sustentáveis provenientes da biodiversidade brasileira, apostam na implantação de processos de fabricação mais verdes e sustentáveis.

Para a empresa, ser sustentável, significa minimizar impactos e torná-los positivos em todos os momentos da produção. Por isso, em sua planta fabril de 10 mil m², localizada em Ananindeua, no Pará, a empresa investe em soluções capazes de minimizar os impactos ao meio ambiente.

Para garantir o fornecimento sustentável de óleos vegetais e essenciais, manteigas e outras matérias-primas aplicadas na fabricação de ingredientes para produtos cosméticos, farmacêuticos e de cuidados pessoais, a Beraca conta com soluções que otimizam o consumo dos recursos naturais e ainda realizam o monitoramento constante dos níveis de poluentes, para garantir que os processos estejam realmente limpos.

“Somos reconhecidos no mercado por promover a rastreabilidade na obtenção de frutos, sementes e ingredientes da biodiversidade brasileira, porém vamos muito além disso. Acreditamos que o respeito ao meio ambiente deve estar presente em todas as nossas ações, por isso investimos em tecnologias capazes de tornar os processos de fabricação eficientes e verdes”, pontua Elias Gomes, gestor de operações da Beraca.

Atualmente, todo o trabalho realizado é estudado para que seja capaz de minimizar o consumo de água, de energia e que os níveis de poluentes sejam reduzidos a zero. Entre as atividades que podem ser destacadas está a prensagem das sementes. Um sistema mecânico permite que seja extraído o óleo e, os resíduos gerados nesse processo, são transformados em esfoliante natural e em substrato para compostagem, que é enviado às comunidades fornecedoras dos ingredientes naturais. Na produção de óleos essenciais, por exemplo, todo o processo de extração   por arraste a vapor, é considerado uma tecnologia verde.

Em relação ao consumo de energia, parte é obtido por meio de sistema de energia solar. Já, para a economia de água, 50% dos efluentes líquidos são reutilizados diretamente nos banheiros. Outra parte é tratada e descartada na rede com níveis de qualidade aceitáveis pela legislação brasileira. Além disso, foram implantadas calhas nos prédios que compõem a estrutura fabril para recuperar a água da chuva e utilizar no sistema de combate à incêndios.

“Para o futuro, nossa meta é sermos ainda mais verdes, para isso investimos em pesquisas, pois queremos garantir o aproveitamento total dos resíduos gerados, transformando-os em produtos de grande valor agregado”, conclui Elias Gomes.

Sobre a Beraca
A Beraca é uma empresa que pertence ao Grupo Sabará e à Clariant, especializada no desenvolvimento de tecnologias, soluções e matérias-primas de alta performance para as indústrias de cosméticos, produtos farmacêuticos e de cuidado pessoal. Com atuação reconhecidamente transformadora no contexto ambiental e socioeconômico, a empresa é considerada a principal fornecedora global de ingredientes naturais e orgânicos provenientes da Amazônia, além de outros biomas brasileiros.

NewsLetter

Cadastre-se e receba nossas notícias por e-mail.